Por Walmor Parente, subeditor da Coluna

Presidente da Comissão de Segurança Pública, o deputado Sanderson (PL-RS) perdeu a paciência. Vai denunciar à Procuradoria-Geral da República o ministro da Justiça, Flávio Dino, por não ter comparecido ao colegiado.

“É a terceira vez que ele comete crime de responsabilidade”, dispara Sanderson. No ofício enviado à Câmara, Dino justificou a falta alegando que é alvo de ameaças proferidas por parlamentares.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias