ISTOÉ Gente

Demitida do programa de Faustão, bailarina desiste de processo de assédio

Crédito: Reprodução/Instagram

Rachel Gutvilen posa ao lado de Fausto Silva (Crédito: Reprodução/Instagram)

Após cinco anos de briga judicial com direito a muitos recursos em várias instâncias, Rachel Gutvilen desistiu do processo por assédio moral contra coreógrafos do ‘Domingão do Faustão’ e também contra a TV Globo.

Gutvilen foi demitida do balé do Faustão em janeiro de 2013, com a alegação de de uma renovação no quadro das bailarinas. No entanto, de acordo com o UOL, ela afirma que a sua saída teve outro motivo.

“Fui humilhada pelos coreógrafos do programa, fui chamada de gorda. Eu e outras bailarinas! Só que todo mundo tinha muito medo de denunciar. Eu não. Cheguei a cobrar uma atitude do programa, mas nada aconteceu. Quando me demitiram, resolvi não me calar e entrei com processo de assédio moral na Justiça”, afirmou.

Após a demissão, Rachel entrou com processo contra a emissora e os coreógrafos da atração dominical. Ainda segundo o UOL, ela perdeu a decisão na primeira instância, recorreu, perdeu novamente e desistiu de apelar em instâncias superiores.

Apesar do processo, a ex-bailarina fez questão de fazer elogios a Fausto Silva, afirmando que nunca foi muito “amiguinho”, mas que não lhe faltou com respeito.