Economia

Demanda de passageiros cai 90% entre fevereiro e maio, diz Infraero


A pandemia do novo coronavírus trouxe um cenário complexo para os aeroportos operados pela Infraero. “Apesar das medidas de redução, temos ainda cerca de 6 mil colaboradores na Infraero, o que implica em um alto custo. Houve redução na demanda de passageiros na ordem de 90% no período de fevereiro a maio deste ano comparação com igual período de 2019”, disse o presidente da Infraero, Tenente-Brigadeiro Paes de Barros durante videoconferência “Impacto da Covid-19 para o transporte aéreo no Brasil: Medidas para o enfrentamento da crise e medidas para voltar a voar”, promovido pela Necta em parceria com o Fenelon Advogados, nesta terça-feira.

Paes de Barros destacou que a empresa está projetando perda de receita na ordem de 35% em 2020 na comparação com 2019.

A Infraero tem adotado, segundo Paes de Barros, uma série de medidas para reduzir o seu custo operacional, que representa uma economia de R$ 6 milhões somente em abril.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS