Geral

Delegado da PF é afastado por suspeita de usar doações a dependentes químicos


Um delegado da Polícia Federal do município gaúcho de Passo Fundo, a cerca de 280 km de Porto Alegre, foi afastado das funções, sob suspeita da Operação “Dois Campos”, que teve sua fase ostensiva deflagrada nesta quarta-feira, 23, e contou com a participação conjunta da própria PF e do Ministério Público Federal. A PF não divulgou o nome do delegado.

Além do mandado de afastamento, os agentes cumpriram nove mandados de buscas.

O delegado afastado teria recebido recursos de empresários e de um advogado sob o pretexto de investir em uma clínica de recuperação de dependentes químicos em Passo Fundo, mas, de acordo com as investigações, teria gastos os valores em despesas pessoais.

A Polícia Federal informou que “para garantir a isenção na apuração”, o inquérito do caso foi conduzido em Brasília.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua