Geral

Defesa de Lula vai questionar na Suíça os diálogos entre Moro e procuradores da Lava Jato

Crédito: AFP/Arquivos

(Arquivo) O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Crédito: AFP/Arquivos)


A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai usar as conversas entre o ex-juiz Sergio Moro, procuradores da Lava Jato e autoridades da Suíça para questionar a cooperação entre o Brasil e o país europeu e assim ter acesso aos arquivos originais que foram apreendidos dos servidores da Odebrecht. As informações são do colunista Jamil Chade, do UOL.

A defesa de Lula suspeita que a cooperação aconteceu de forma extraoficial e, com isso, seja possível anular as provas obtidas. A hipótese é negada tanto pela Força-Tarefa como pelos suíços que alegam que a cooperação foi legal e permitiu desmontar, por exemplo, a rede de pagamentos que era alimentada pelo ex-deputado Eduardo Cunha.

Advogados na Suíça já estão com os documentos e aguardam o  posicionamento do Ministério Público em Berna sobre a legitimidade das mensagens trocadas entre os procuradores. As conversas foram apreendidas na Operação Spoofing, que investigou a invasão por hackers dos celulares dos procuradores.

 

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago