Decretos de Bolsonaro: Por fora bela viola; por dentro pão bolorento

Crédito: Carolina Antunes/PR

Presidente Jair Bolsonaro (Crédito: Carolina Antunes/PR)

Há um antigo, muito antigo ditado popular que diz: “por fora bela viola, por dentro pão bolorento”. Ou seja, algo não linha da igualmente antiga máxima “as aparências enganam”.

É isso o que ocorre com os decretos do presidente da República, Jair Bolsonaro. É preciso lê-los nas entrelinhas. Bom exemplo é o decreto 10.502, que visava a instituir uma “Nova Política Nacional de Educação Especial”, aumentando o leque de vagas para estudantes com “transtornos globais do desenvolvimento”.

Assim, em uma primeira passada de olhos, vislumbrava-se um Bolsonaro preocupado com alunos portadores de necessidades especiais. Pura miragem. Sob a miríade de irresponsabilidades do presidente, havia as tais entrelinas, e nelas o capitão que se acha bom pedagogo (mas é péssimo) incentivava os pais a matricularem seus filhos em escolas especializadas, se apresentassem algum transtorno.

Desmontava-se, assim, o trabalho de décadas de pedagosos de verdade, que lutaram pela modalidade de “ensino inclusivo” — que, indene de dúvidas, mostra-se mais eficente em termos de aprendizado e de formação de uma sociedade democrática. A melhor definição do decreto foi dada por Antonio Carlos Setaro, presidente da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down: “Nas doces palavras desse decreto está o veneno amargo da exclusão”.

O Surpremo Tribunal Federal cortou as asas do capitão. Com a palavra, o ministro Dias Toffoli: {o decreto} “pode subsidiar políticas públicas que venham a fragilizar o imperativo da inclusão”. Assim, por esmagadora maioria, a Corte sepultou o retrógrado decreto de Bolsonaro.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

A favor dele votou o neófito Kassio Nunes. Mas isso é outra história.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.