ISTOÉ Gente

Deborah Secco sobre novela gravada na pandemia: ‘Vai ser incrível contar daqui a alguns anos que fiz parte’

Deborah Secco sobre novela gravada na pandemia: ‘Vai ser incrível contar daqui a alguns anos que fiz parte’

Deborah Secco, que vive Alexia e Josimara em “Salve-se quem puder”, novela da Globo, falou sobre os trabalhos interrompidos no ano passado por conta da pandemia de coronavírus.

“Foi quase um renascimento voltar a gravar depois da primeira parada da pandemia. Ainda mais por ser uma novela leve. A trama me obrigou a entrar numa energia mais leve do que aquela em que eu me encontrava. Talvez eu não tivesse parado para dar tanto valor a essa novela como eu dei no retorno. Foi interessante porque pude estar trabalhando neste momento tão difícil, vivendo esta experiência única e histórica de gravar com protocolos em meio a uma pandemia. E também por ter essa energia leve. Talvez eu não tivesse preparada emocionalmente para uma novela mais densa. Foi realmente especial”, explicou, à coluna de Patrícia Kogut, no O Globo.

“Vai ser incrível contar daqui a alguns anos que eu fiz parte de tudo isso. Foi muito acrílico, muita distância, camarins separados… E Josimara é uma personagem que tem muitos adereços, né? Então eu carregava garrafa d’água, óculos, peruca, aparelho, celular, o bloco de texto… Era uma montanha de coisas que eu tinha que levar (pelos corredores)”, recordou.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

Deborah Secco