Esportes

De virada, Osaka derrota Azarenka no US Open e fatura 3º Grand Slam

Estrela que segue em ascensão no tênis, Naomi Osaka lutou bastante neste sábado, na final do US Open, e conquistou seu terceiro título de Grand Slam da carreira. A jovem japonesa saiu atrás no placar contra a experiente bielo-russa Victoria Azarenka, mas buscou a virada e fechou a final por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/3, em 1h53min.

Osaka levantou o troféu do US Open pela segunda vez. Na primeira, em 2018, venceu Serena Williams e precisou enfrentar uma constrangedora cerimônia de premiação, com direito a vaias do público direcionadas ao árbitro, que aplicara seguidas punições à tenista da casa. Meses depois, foi campeã também do Aberto da Austrália, em janeiro de 2019.

Osaka e Azarenka fizeram um primeiro set desnivelado, com amplo domínio da bielo-russa. A ex-número 1 do mundo começou o jogo quebrando o saque da japonesa. E impôs ritmo intenso, distribuindo bolas vencedoras (foram 30 em toda a partida, contra 34 da rival) e esbanjando confiança.

Após vencer apenas um game no set inicial, Osaka manteve o ritmo abaixo do esperado no início da segunda parcial. E voltou a perder o saque. Parecia que Azarenka venceria em sets diretos. Mas a japonesa iniciou a reação no terceiro game e passou a acertar seguidas bolas do fundo da quadra, elevando o nível da final.

Após devolver a quebra inicial, obteve outras duas e aproveitou o segundo set point para empatar o duelo e forçar a disputa da terceira parcial.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Mais confiante, Osaka manteve o nível elevado de jogo e ainda contou com uma queda de Azarenka. Ela quebrou no quarto game e abriu 3/1. No game seguinte, saiu atrás em 0/40, mas salvou os três break points, virou e confirmou seu game de serviço, ganhando ainda mais confiança na final.

Ela ainda perderia o serviço no sétimo game, mas devolveu a quebra na sequência e manteve seu saque na sequência para buscar a virada. Com o resultado, a japonesa de 22 anos se consolida com uma das principais tenistas da atualidade.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

v