Esportes

De olho na F-1, Sette Câmara acerta contrato para ser reserva na Fórmula E

Forte candidato do Brasil a entrar no grid da Fórmula 1 nas próximas temporadas, Sérgio Sette Câmara acertou nesta sexta-feira com a equipe Geox Dragon para ser piloto reserva e de desenvolvimento na Fórmula E, categoria de carros elétricos da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Ele iniciará sua atuação no time em 1º de março nos testes coletivos da F-E, no circuito de Marrakesh, no Marrocos. A atividade será realizada logo após a etapa marcada para o dia 29 deste mês, na mesma pista. Será a primeira vez que Sette Câmara pilotará um carro monoposto elétrico.

“Mal posso esperar para pilotar um carro de F-E pela primeira vez. Já estamos desenvolvendo atividades na sede da equipe há algum tempo e trabalhar com a Geox Dragon, em Silverstone, tem sido uma grande experiência. Estou muito animado com a possibilidade de ajudar nas melhorias do carro nesta temporada. Agradeço a Jay Penske pela confiança e sou muito grato pela oportunidade de colaborar com a Geox Dragon”, disse Sette Câmara.

O brasileiro recebeu elogios do proprietário do time. “Sérgio é um jovem piloto muito promissor que demonstrou sua velocidade em todas as temporadas de fórmula em que competiu. Estou ansioso para ver os resultados de seu teste em Marrakesh. Junto a isso ele fará um trabalho muito importante desenvolvendo nosso pacote de corridas atual e as ferramentas de simulação para retornarmos ao topo da categoria mais competitiva do automobilismo”, afirmou Jay Penske.

A Geox Dragon vive má fase na F-E, após se destacar nas primeiras temporadas. Na competição de estreia, a equipe chegou a ser vice-campeã e ficou em quarto na segunda temporada. Mas, no campeonato passado, foi apenas a 10ª e penúltima colocada.

O brasileiro entrará no mundo da F-E apesar de ter conquistado os pontos suficientes para obter a Superlicença no fim do ano passado, com o objetivo de buscar seu lugar no grid da F-1. Em 2019 e neste ano, ele manterá o posto de piloto de testes da McLaren, agora com a possibilidade de entrar na pista para eventual substituição de titulares, por ter a Superlicença.

Seu futuro, contudo, segue indefinido. Sendo reserva tanto na F-E quanto na F-1, não tem garantida nenhuma corrida neste ano. Por isso, ainda negocia com uma equipe da Fórmula 2 e vem tendo contato com times da Fórmula Indy. Há convites para ele disputar etapas pontuais da nova temporada. As negociações devem ser encaminhadas no próximo mês. A F-2 terá início no dia 21 de março, no Bahrein.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior