O meio-campista belga Kevin De Bruyne, afastado dos gramados por lesão desde agosto, foi relacionado pelo Manchester City para disputar o Mundial de Clubes, em dezembro, na Arábia Saudita, anunciou a Fifa nesta quarta-feira (6).

Trata-se de uma “inclusão inesperada”, como informa a Fifa, já que o retorno do craque dos ‘Citizens’, atuais campeões europeus, não estava previsto para antes do início de 2024.

O jogador da seleção belga se lesionou na coxa durante a final da Liga dos Campeões da Europa, no início de junho, contra a Inter de Milão, e sentiu novamente a lesão no primeiro jogo da temporada no Campeonato Inglês, em 11 de agosto, contra o Burnley.

Em sua primeira participação no Mundial de Clubes, o Manchester City enfrentará o mexicano Leon ou o japonês Urawa Red Diamonds nas semifinais, em 19 de dezembro.

Se vencer, o time inglês poderá ter como adversário na decisão de três dias depois o Fluminense, que na outra semifinal (18 de dezembro) espera por Al-Ahly, Al-Ittihad ou Auckland City.

“Este torneio é muito importante, muito prestigioso”, comentou Pep Guardiola, citado pela Fifa. “Não é fácil se classificar nem vencer. Só falta um (troféu) para completar o círculo e conquistar todos os títulos possíveis para o City”, acrescentou.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

O clube inglês, de propriedade do xeque Mansour, conquistou a tríplice coroa (Campeonato Inglês, Copa da Inglaterra e Liga dos Campeões) em 2023, antes de vencer também a Supercopa Europeia nos pênaltis contra o Sevilla, em meados de agosto.

Apenas a Copa da Liga escapou na temporada passada, assim como o Community Shield, no início da temporada 2023-2024.

jta/bvo/aam/cb


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias