Comportamento

Daniel Ellsberg recebe prêmio Olof Palme por divulgar arquivos do Pentágono

Daniel Ellsberg recebe prêmio Olof Palme por divulgar arquivos do Pentágono

O ex-analista militar americano Daniel Ellsberg, que vazou documentos confidenciais sobre a guerra do Vietnã, recebeu nesta quarta-feira o prêmio Olof Palme de Direitos Humanos 2018 - AFP/Arquivos

O ex-analista militar americano Daniel Ellsberg, que vazou documentos confidenciais sobre a guerra do Vietnã, recebeu nesta quarta-feira o prêmio Olof Palme de Direitos Humanos 2018.

O júri reconheceu o “profundo humanismo e coragem moral excepcional” de Ellsberg, 87 anos, que há quase meio século permitiu o vazamento de milhares de documentos, revelando as mentiras que os governos dos Estados Unidos divulgaram para o público durante a guerra do Vietnã.

“Ele era consciente de que enfrentava uma dura condenação à prisão e pôs sua carreira em risco. Apesar das consequências, sua decisão permitiu a saída de um governo que mentia, e com o encurtamento de uma guerra ilegal se salvou um número incalculável de vidas”, acrescentou o júri.

Sua história foi contada em vários filmes de Hollywood, incluindo “The Post – A Guerra Secreta”, de Steven Spielberg (2017).

O prêmio Olof Palme é concedido todos os anos por iniciativa do movimento trabalhista da Suécia. O vencedor recebe 75.000 dólares.