Esportes

Daniel Cargnin fatura o bronze para o judô brasileiro em Tel-Aviv

A primeira medalha do judô brasileiro na temporada 2020 foi conquistada por Daniel Cargnin. Nesta quinta-feira, ele assegurou o bronze no Grand Prix de Tel-Aviv, em Israel, ao derrotar o local Baruch Shmailov, o número 6 do mundo, na luta decisiva.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Segundo cabeça de chave entre os meio-leves (66kg) e sétimo colocado no ranking mundial, Cargnin estreou apenas na segunda rodada, tendo derrotado o canadense Jacob Valois por ippon, depois passando por Artur Te, do Quirguistão, por waza-ari no segundo minuto do golden score.

Nas quartas de final, porém, o brasileiro perdeu para o israelense Tal Flicker ao levar um waza-ari no golden score. Na repescagem, Cargnin derrotou o peruano Juan Postigos por ippon, avançando à disputa por medalha. A luta pelo bronze, com Shmailov, foi definida apenas no golden score e com vitória do brasileiro pelo excesso de punições ao rival. E além do bronze, assegurou mais 300 pontos no ranking mundial.

OUTROS RESULTADOS – Outros oito brasileiros competiram nesta quinta-feira em Tel-Aviv. Sarah Menezes (52kg) estreou na segunda rodada contra a kosovar Erza Muminoviq e venceu por ippon, mas levou o mesmo golpe nas oitavas de final da israelense Gefen Primo.

Ketelyn Nascimento (57kg) triunfou já na segunda rodada diante da alemã Pauline Starke por ippon, perdendo do mesmo modo nas oitavas de final para a francesa Helène Receveaux. Eric Takabatake (60kg) aplicou um ippon no búlgaro Yanislav Gerchev na segunda rodada, mas perdeu para o japonês Dai Aoki nas penalidades.

Nathália Brigida (48kg) forçou três shidôs da russa Daria Pichkaleva para avançar às oitavas de final, fase em que levou um ippon no último minuto da sérvia Milica Nikolic. Eleudis Valentim (52kg) e Felipe Kitadai (60kg) também estrearam na segunda rodada, sendo eliminados pela russa Anastasia Polikarpova e pelo usbeque Kemran Nurillaev, respectivamente. Gabriela Chibana (48kg) e Willian Lima (66kg) perderam na primeira rodada para a italiana Francesca Milani e para o ucraniano Bogdan Iadov, respectivamente.

SEXTA-FEIRA – O Grand Prix de Tel-Aviv prossegue nesta sexta-feira com a participação de oito brasileiros. As lutas de estreia deles são: Ketleyn Quadros (63kg) x Maria Centracchio (ITA) ou Agata Ozdoba-Blach (POL), Alexia Castilhos (63kg) x Sandrine Billiet (CVE), Maria Portela (70kg) x Alina Lengweiler (SUI), Ellen Santana (70kg) x Hilde Jager (HOL) ou Elvismar Rodriguez (VEN), David Lima (73kg) x Artem Khomula (UCR), Eduardo Katsuhiro Barsosa (73kg) x Anthony Zingg (ALE), Eduardo Yudy Santos (81kg) x Aristos Michael (CHP) e João Macedo (81kg) x Kalonji Mbuyi (CON).

Veja também

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é picado no pênis por cobra píton enquanto estava no banheiro

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea