Economia

CVM fecha acordo de R$ 450 mil em caso envolvendo executivos da Biosev

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fechou um acordo no valor de R$ 450 mil para encerrar um processo sancionador movido contra três ex-executivos da processadora de cana-de-açúcar Biosev: Enrico Biancheri (ex-diretor e hoje membro do conselho de administração), Paulo Prignolato (ex-diretor de RI) e Rui Chammas (ex-diretor presidente).

Os três foram acusados pela Superintendência de Relações com Empresas na qualidade de membros da Comissão de Riscos da Biosev por não tomarem as providências devidas para evitar os prejuízos sofridos pela companhia em função de operações realizadas com a Louis Dreyfus Company Brasil S/A (LDC), do mesmo grupo.

A LDC teria tido ganhos indevidos com operações com opções sobre taxa de câmbio de reais por dólar comercial no período de 3 de setembro de 2015 a 29 de janeiro de 2016, em detrimento da Biosev. As ordens foram emitidas por Fernando Waldman Villa, acusado em outro processo, assim como a companhia.

Após analisar o caso, o Comitê de Termo de Compromisso (CTC) sugeriu a aceitação da proposta.

O colegiado da CVM seguiu a recomendação e deu o sinal verde para o acordo.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

Cada um dos envolvidos vai arcar com R$ 150 mil.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel