Economia

CVM extingue papel e adota processos administrativos 100% eletrônicos

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) começou 2017 abolindo o papel de seus processos administrativos. A partir desta segunda-feira, 2, o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) será o único canal de abertura de processos na instituição.

A coordenadora da Seção de Documentação, Elizabeth Feitosa, disse em nota que o objetivo da CVM ao excluir o papel como suporte físico dos processos é garantir mais segurança, celeridade, eficiência e transparência nos trâmites.

A medida faz parte das metas do Plano Estratégico 2013-2023 da CVM, que prevê a adoção de técnicas de gerenciamento e otimização de processos, que devem ser constantemente mapeados, padronizados e preponderantemente eletrônicos.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior