Economia

CVM autoriza M2M a atuar como central depositária de CRA

A empresa de tecnologia Mark 2 Market (M2M) recebeu autorização do colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para operar como central depositária. A decisão foi tomada em reunião realizada na última terça-feira, 8, e possibilita à companhia atuar como depositária de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), título que movimenta R$ 43 bilhões no País. Atualmente, a B3 é a única companhia autorizada a operar neste mercado.

O processo de autorização da M2M teve início em 2018 e a empresa deve ainda cumprir condições pré-estabelecidas pela CVM para entrar em operação. A empresa hoje controla quase R$ 300 bilhões em sua plataforma, ajudando securitizadoras e emissores do mercado de capitais na gestão de dívidas, derivativos e aplicações. No mercado de CRA, o volume de transações controlado pela empresa é de aproximadamente R$20 bilhões.


Fundada em 2010 pelo paulistano Rodrigo Amaro, a M2M pretende num segundo momento avançar sua oferta para CRIs (Certificado de Recebíveis Imobiliários), debêntures e, no futuro, outros valores mobiliários, como ações.