Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O inverno chegou e, consequentemente, o cabelo passa a destacar o aspecto opaco, ressecado e quebradiço. Por tais motivos, essa estação requer cuidados especiais para melhorar a saúde dos fios. À IstoÉ, especialistas no assunto detalham as principais medidas diárias e caseiras para isso.

+ Principais cuidados com o couro cabeludo para conquistar um cabelo perfeito

+ Caspa ou psoríase? Aprenda a identificar e tratar as condições do couro cabeludo

Durante os dias frios, o banho quente é uma escolha comum, entretanto, pode prejudicar o cabelo da raiz até as pontas. O couro cabeludo tende a ser o primeiro afetado, agravando quadros como dermatite seborreica e psoríase, além de causar pruridos, ardor e caspas, segundo a dermatologista Juliana Neiva.

O hairstylist Rudi Werner destaca que a prática pode promover a queda de cabelo em demasia. Tal consequência tende a ser intensificada com o uso de secador. Portanto, além de optar pela água morna para lavar os fios, vale evitar o uso de fontes de calor e, se optar por elas, aderir a produtos com proteção térmica.

Cuidados especiais com o cabelo no frio

Além de evitar as práticas citadas pelos especialistas, alguns cuidados extras podem ajudar a amenizar os dados da estação aos fios. 

Rudi recomenda lavar o cabelo em dias alternados e realizar hidratação e umectação semanalmente. Para isso, a indicação caseira é usar óleo de coco no comprimento e pontas, uma vez por semana, antes de dormir e lavar na manhã seguinte.

+ Minoxidil oral ou tópico? Conheça as diferenças e indicações

“No inverno, os cabelos costumam ter demandas um pouco diferentes. Com o frio, eles ficam mais ressecados e com frizz. Por isso, pode ser interessante apostar em produtos de ação hidratante, mesmo aquelas que têm cabelos oleosos — nesse caso, podem intercalar com outros opções específicas para o tipo”, acrescenta o hairstylist.

A dermatologista, por usa vez, reforça a influência dos hábitos alimentares para a saúde dos fios e indica consumir alimentos verde-escuros e fontes de vitaminas D e B12, zinco e aminoácidos, como cistina e cisteína. 

Para a lavagem capilar, a médica recomenda optar por shampoos livres de sulfato e parabenos e realizar hidratação do couro cabeludo com produtos apropriados para a região. Além disso, destaca que receitas caseiras funcionam como coadjuvantes. “Entre as minhas dicas, está a babosa e o uso de óleos pré-shampoo”, finaliza.