Esportes

Cuiabá surpreende, vence Botafogo e sai em vantagem na Copa do Brasil

Equipe mato-grossense tem estratégia de pressão, marcar gol a partir de erro de Keisuke Honda e sai na frente por uma vaga nas quartas de final da competição nacional

Cuiabá surpreende, vence Botafogo e sai em vantagem na Copa do Brasil

Surpresa na Copa do Brasil. Terceiro colocado da Série B, o Cuiabá não se acovardou e, no Estádio Nilton Santos, bateu o Botafogo por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na noite desta terça-feira. O gol foi marcado pelo volante Matheus Barbosa.

O jogo da volta será na próxima terça-feira, dia 3 de novembro, na Arena Pantanal. Pelo resultado, o Cuiabá se classifica com qualquer empate. Como não há o critério do gol qualificado fora de casa, uma vitória do Botafogo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.

Antes, as equipes terão compromisso no Campeonato Brasileiro. Pela Série A, o Botafogo mede forças com o Ceará no próximo sábado, no Estádio Nilton Santos, às 17h. Na segunda divisão, o Cuiabá tem um compromisso diante do CRB no mesmo dia, mas às 22h, na Arena Pantanal.

JOGO DA PACIÊNCIA
O tempo passou rápido no começo da partida. O Botafogo ocupou o campo de ataque logo de primeira e buscava criar chances de perigo por meio da troca de passes. O Cuiabá, por sua vez, respondia com uma linha baixa de marcação e pressão aos laterais alvinegros. Tudo para uma chance de contra-atacar em superioridade numérica.

A equipe comandada por Bruno Lazaroni não criou nenhuma chance real de gol nesta estratégia. Era uma partida baseada na paciência, mas de uma forma negativa para o Alvinegro, que não conseguia assustar.

CUIABÁ EQUILIBRA
Diante da dificuldade do Botafogo em atacar, o Cuiabá foi gostando da partida a partir da metade do primeiro tempo e equilibrou as ações. Com avanços buscando Maxwell e Willians Santana, o Dourado não ficou apenas acuado no campo defensivo e passou a explorar ainda mais as investidas em velocidade. Sem muitas emoções, um primeiro tempo sem graça terminou sem gols.

DOURADO ABRE O PLACAR NO 2º TEMPO!
​O Botafogo rodava a bola. Tocava de um lado, ia para o outro, tentava se movimentar, mas nada fazia. O Cuiabá, por outro lado, não perdeu a chance de fazer estrago quando teve chance.

Aos 10 minutos da segunda etapa, a marcação do Cuiabá pressionou Honda no campo de defesa do Botafogo, o japonês deu mole, errou um passe e deu a bola nos pés de Matheus Barbosa, que, totalmente livre, finalizou de fora da área para abrir o placar e dar vantagem ao Dourado.

CORRENDO ATRÁS DO PREJUÍZO
​Poucos minutos após o gol, Lazaroni promoveu as entradas de Lecaros e Matheus Babi no Botafogo. Assim, a estratégia do Alvinegro passou a ficar focada em cruzamentos na direção dos dois centroavantes dentro da área. O time mandante tentava assustar pelo alto.

A melhor chance foi aos 36 minutos. Após um lançamento de Caio Alexandre, Kevin cruzou de primeira, Pedro Raul ganhou no alto de Ednei, mas a finalização parou nas mãos de João Ricardo, com uma boa defesa. O ímpeto ofensivo foi grande, mas não suficiente. No fim, quem sorriu foi o Cuiabá, que leva uma vantagem para o jogo da volta.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 x 1 CUIABÁ

Data/Hora: 27/10/2020, às 21h30
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)
Árbitro de vídeo: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Gramado: Regular
Cartões amarelos: Marcelo Benevenuto (BOT); Lucas Ramon, Maxwell e Ferrugem (CUI)
Cartões vermelhos:

Gols: Matheus Barbosa (0-1, 10’/2ºT)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luís; Caio Alexandre, Cícero (Lecaros 15’/2ºT), Keisuke Honda; Bruno Nazário (Kelvin 36’/2ºT), Pedro Raul, Rhuan (Matheus Babi 20’/2ºT). Técnico: Bruno Lazaroni.

CUIABÁ: João Carlos; Lucas Ramon, Ednei, Anderson Conceição, Lucas Hernández; Nenê Bonilha (Gabriel Pierini 25’/2ºT), Matheus Barbosa; Hayner (Jean Patrick 38’/2ºT), Élvis (Diego Jardel 38’/2ºT), Maxwell (Ferrugem 38’2ºT); Willians Santana (Yago César 20’/2ºT). Técnico: Marcelo Chamusca.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel