Coronavírus

Cronograma do Ministério da Saúde ignora vacina chinesa contra Covid-19

Crédito: AFP

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco,  chamou a atenção dos secretários estaduais nesta quarta-feira (14) ao ignorar a vacina chinesa CoronaVac, feita em parceria com o Instituto Butantan e com apoio do governo de São Paulo, durante divulgação de cronograma para vacinação contra a Covid-19. As informações são da Folha de S. Paulo.

O calendário apresenta apenas a vacina de Oxford, que está em fase de testes e será produzida pela Fiocruz. Há previsão de 100 milhões de doses no primeiro semestre de 2021 e de 100 a 165 milhões de doses no segundo semestre do próximo ano.

Segundo o jornal, o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, reagiu a omissão do imunizante no cronograma. “As vacinas não estão sendo tratadas de forma republicana pelo Ministério da Saúde”, disse.  A opinião foi compartilhada pelos outros secretários, já que ambas as vacinas estão na mesma fase de testes.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Telefone de jornalista argentino roubado ao vivo em Buenos Aires

+ Mais de 200 escolas do Paraná vão virar colégios cívico-militares

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar