Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Jogando com um time misto, a França, atual campeã mundial, empatou em 1 a 1 com a Croácia fora de casa nesta segunda-feira, pela segunda rodada da Liga das Nações da Uefa, e segue sem vencer na atual edição do torneio.

Adrien Rabiot colocou os franceses na frente, mas a Croácia chegou ao empate com um gol de pênalti de Andrej Kramaric.

Tanto França como Croácia perderam em casa seus jogos na primeira rodada. Na última sexta-feira, os ‘Bleus’ foram derrotados pela Dinamarca por 2 a 1 e a seleção croata foi batida pela Áustria por 3 a 0.

O duelo de hoje também foi uma reedição da final da Copa do Mundo de 2018, vencida pelos franceses por 4 a 2.

Os ‘Bleus’, que também são os atuais campeões da Liga das Nações, não contaram com Kylian Mbappé e Karim Benzema, que ficaram no banco.

O atacante do Paris Saint-Germain foi substituído no intervalo do confronto com a Dinamarca devido a um problema no joelho esquerdo.

Já pelo lado da Croácia, o meia Luka Modric chegou à marca de 150 jogos pela sua seleção.

No primeiro tempo, os croatas tiveram a chance de sair na frente aos 18 minutos com uma grande chance do atacante Ante Budimir, que parou no inspirado goleiro francês Mike Maignan.

Aos 30, a França chegou a marcar com Christophe Nkunku, mas o gol foi anulado por impedimento. Nove minutos depois, Abou Diaby também teve chance de colocar os ‘Bleus’ em vantagem no placar, mas desta vez foi o goleiro croata Dominik Livakovic que impediu o gol.

Na segunda etapa, a insistência francesa foi premiada aos sete minutos, quando Wissam Ben Yedder fez um pelo passe que deixou Rabiot cara a cara para bater e fazer 1 a 0.

Mas a Croácia chegou ao empate aos 38, com um pênalti marcado com o auxílio do VAR que foi convertido por Kramaric.

“Fizemos coisas boas, levando em conta todas as mudanças que realizamos. Saímos na frente e poderíamos ter conseguido um segundo gol. É uma pena terem empatado com esse pênalti”, disse depois do jogo o técnico da França, Didier Deschamps.

“O resultado não me deixa satisfeito. É preciso ter em conta o cansaço que existe e que com tantos jogos em pouco tempo tenho que fazer muitas mudanças”, acrescentou o treinador.

No outro jogo do grupo, a Dinamarca venceu a Áustria em Viena por 2 a 1 e se isolou na liderança da chave.

A partida começou uma hora e meia depois do horário previsto devido a um apagão no segundo distrito da capital austríaca, onde está localizado o Ernst Happel Stadion, palco do duelo.

“Neste momento estamos trabalhando intensamente para reparar a falha elétrica”, escreveu a Federação Austríaca de Futebol (OFB) em sua cota no Twitter, quando o jogo já estava com mais de 20 minutos de atraso.

Um pouco mais tarde, a OFB confirmou que o pontapé inicial seria dado às 17h15 (horário de Brasília), uma hora e meia depois do horário previamente marcado.

Pierre-Emile Hojbjerg e Jens Stryger Larsen marcaram os gols dinamarqueses, enquanto Xaver Schlager descontou para os austríacos.

Com a vitória, a Dinamarca chega aos 6 pontos na liderança do Grupo 1 da Liga A, à frente da Áustria, que fica em segundo com 3. A França é apenas a terceira com um ponto, levando a melhor no saldo de gols sobre a Croácia, lanterna.

A terceira rodada será disputada na próxima sexta-feira, com a França visitando a Áustria e a Croácia encarando a Dinamarca fora de casa.

bur/dr/dam/cb