Esportes

Cristiano Ronaldo comemora recorde, mas lamenta resultado: ‘Não idealizei assim’

Cristiano Ronaldo bateu o recorde de Luis Figo e se tornou neste sábado o jogador que mais vestiu a camisa da seleção de Portugal. No empate sem gols com a Áustria, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, pela segunda rodada do Grupo F da Eurocopa, ele alcançou a marca de 128 partidas.

O craque português, no entanto, deixou o campo decepcionado. Ele não teve uma apresentação ruim. Se apresentou ao ataque e perdeu inúmeras chances de gol. Em uma delas, desperdiçou uma cobrança de pênalti, na trave do goleiro adversário. Ainda chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido.


“É um motivo de orgulho bater o mítico Figo. Sei que ele também está orgulhoso por isso. Mas, de certa forma, estou um pouco triste, pois não era a maneira que queria bater esse recorde. Gostaria de ganhar, mas não conseguimos. Não foi a maneira que idealizei esse recorde”, comentou o jogador.

O técnico da seleção portuguesa, Fernando Santos, evitou lamentar o novo empate da equipe – na estreia, o time ficou no 1 a 1 com a Islândia. E já projetou a próxima partida, nesta quarta-feira, contra a Hungria, que vale uma vaga nas oitavas de final.

“Estamos num momento difícil, mas não adianta especular. Temos uma final pela frente. Vamos concentrar nisso e destacar os aspectos positivos. Não podemos pensar nas oportunidades perdidas, justas ou injustas, o futebol é assim. O próximo jogo é uma final para nós”, finalizou o treinador.