Medicina & Bem-estar

Cresce número de homens recorrendo a plásticas para mudar a aparência

Cresce número de homens recorrendo a plásticas para mudar a aparência

De executivos que não querem perder seus cargos para funcionários mais novos aos modelos masculinos que querem ter maior destaque nas passarelas, cada vez mais os homens têm recorrido à cirurgia plástica para tentar melhorar sua aparência, informou a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), segundo o jornal USA Today.

O número de procedimentos de cirurgia plástica realizados em homens aumentou 29% entre 2000 e 2017. Cerca de 1,3 milhão de procedimentos estéticos foram realizados em homens americanos apenas em 2017.

As mulheres, no entanto, continuam na frente. O número de plásticas aumentou 127%, no mesmo período de quase duas décadas.

Os jovens tendem a buscar melhorias através de reduções de mama, lipoaspiração e abdominoplastia, indicou a ASPS.

Os homens mais velhos, por sua vez, visam mais os procedimentos anti-envelhecimento. Injeções de preenchimento com Botox aumentaram 99% desde 2000.

“O estigma, uma vez ligado à cirurgia plástica, está desaparecendo, tornando-se mais atraente para os homens, que antes estavam um pouco mais relutantes em falar sobre isso”, disse Jeffrey Janis, presidente da sociedade e professor especializado em cirurgia plástica na Universidade Estadual de Ohio.