Esportes

CRB sofre, mas vence o Goiás e praticamente garante permanência na Série B

O CRB sofreu para conquistar três pontos importantes diante do Goiás na noite desta terça-feira, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pelo placar de 2 a 1. Após um primeiro tempo dominante, em que propôs o jogo a todo momento, a equipe da casa caiu de rendimento e quase sofreu o empate no fim. A vitória reabilita o clube na Série B do Campeonato Brasileiro, sendo providencial na luta contra o rebaixamento.

Com o resultado, o CRB saltou três posições na tabela de classificação, chegando a 13.ª posição, com 45 pontos. Derrotado, o Goiás caiu duas posições, sendo ultrapassado, inclusive, pelo time alagoano. Agora, os goianos ocupam a 14.ª colocação, com 44 pontos.

O ímpeto do CRB pôde ser notado com menos de um minuto de jogo, quando Zé Carlos mandou para o fundo das redes após cobrança de falta. O árbitro, porém, assinalou impedimento no lance. Essa vontade fez a diferença ao longo da primeira etapa, que terminou com vantagem de dois gols para os donos da casa.

O Goiás, entretanto, não fez um jogo acanhado. Buscou o gol, mas se abateu um pouco após levar o primeiro tento. Antes disso, aos 8 minutos, Carlinhos cobrou escanteio com primor. Júnior Viçosa brigou no alto com o goleiro Edson Kolln e a bola passou muito perto do travessão, arrancando suspiros da torcida.

Persistente, Zé Carlos foi coroado aos 29 minutos. O centroavante acompanhou bem a subida de Edson Ratinho pela direita. No cruzamento, ele mergulhou para fazer 1 a 0. E o CRB se mostrou soberano nas jogadas áreas quando Adalberto ampliou o marcador. Aos 48 minutos, nos acréscimos do primeiro tempo, o zagueiro foi implacável e testou com força após falta batida por Diego, fazendo 2 a 0.

Até pelo placar adverso, o Goiás tentou nos minutos iniciais do segundo tempo mudar a tônica do jogo. Os visitantes começaram a pressionar a saída de bola, tentando forçar o erro de passe. Aos 4 minutos, Péricles bateu firme da intermediária, mas Edson Kolln defendeu em dois tempos. O time dirigido por Hélio dos Anjos manteve mais a posse de bola até os 20 minutos, porém, sem efetividade, não conseguiu converter isso em gols.

O CRB abdicou de propor o jogo, recuando e buscando os contra-ataques. A estratégia quase custou caro, pois o time foi pressionado no final do jogo. O Goiás, inclusive, descontou aos 40 minutos. Nathan cruzou da esquerda e Edson Kolln falhou bruscamente, espanando a bola dentro da pequena área. Oportunista, Junior Viçosa cabeceou para marcar, 2 a 1.

Na sequência do lance, o atacante esmeraldino acabou sendo atingido com um chute pelo zagueiro que, afobadamente, tentou tirar a bola. Ele machucou o rosto e precisou ser atendido pelo médico do Goiás. Um susto geral. O empate que seria bom para o Goiás, não aconteceu. Festa do CRB.

Ambos os times voltam a campo no próximo sábado, em duelos que serão válidos pela 37.ª e penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Goiás recebe o Internacional, que garantiu seu retorno à elite após empatar sem gols com o Oeste, às 17 horas, no Serra Dourada, em Goiânia. Já o CRB joga novamente no estádio Rei Pelé, dessa vez contra o Paraná, às 17h30.

FICHA TÉCNICA

CRB 2 X 1 GOIÁS

CRB – Edson Kolln; Marcos, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Yuri, Rodrigo Souza (Jorginho), Chico (Erick Salles) e Edson Ratinho; Tony e Zé Carlos (Neto Baiano). Técnico: Mazola Júnior.

GOIÁS – Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Matheus Ferraz, Fábio Sanches e Carlinhos; Elyeser, Péricles (Saavedra) e Léo Sena; Carlos Eduardo (Michael), Aylon (Nathan) e Junior Viçosa. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS – Zé Carlos, aos 29, e Adalberto, aos 48 minutos do primeiro tempo. Junior Viçosa, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS – Adalberto, Chico, João Paulo, Neto Baiano e Zé Carlos (CRB).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Rei Pelé, Maceió (AL).