Esportes

CR7 admite que estava machucado e encerra crise com Juventus

ROMA, 18 NOV (ANSA) – Após ter sido substituído nos jogos da Juventus contra Lokomotiv Moscou e Milan, o craque Cristiano Ronaldo admitiu neste domingo (17) que entrou em campo machucado, mas garantiu que estará 100% em breve.   

No duelo diante do Milan, pelo Campeonato Italiano, CR7 foi substituído aos 55 minutos e seguiu direto para o vestiário. A reação do astro foi criticada e o técnico Maurizio Sarri afirmou que a saída do craque foi por conta de uma lesão.   

No entanto, Ronaldo foi convocado para a seleção portuguesa e anotou quatro gols em dois jogos, colocando um ponto de interrogação em sua verdadeira condição física. O técnico da seleção, Fernando Santos, colocou mais lenha na fogueira ao declarar que o camisa 7 estava bem para entrar em campo.   

CR7, por sua vez, encerrou com o assunto após o duelo contra Luxemburgo, jogo que Portugal conseguiu sua classificação para a próxima edição da Eurocopa. O jogador admitiu que estava lesionado e revelou que queria ajudar a Velha Senhora e a seleção mesmo não estando 100%.   

“Nas últimas três semanas tenho estado limitado. Não houve polêmica, vocês sabem que não gosto de ser substituído. Tentei ajudar a Juventus mesmo jogando lesionado e ninguém gosta de ser substituído, mas entendo, porque eu não estava bem, como nestes dois jogos não estou 100%. mas tenho muito orgulho de me sacrificar pela seleção nacional ou pelo meu clube.”, revelou o astro em entrevista ao jornal “A Bola”.   

Com os quatro gols anotados pela seleção, o craque está apenas a um de distância do histórico centésimo tento com a camisa de Portugal. Já pela Velha Senhora, CR7 voltará a campo neste sábado (23), contra a Atalanta, pela Série A.(ANSA)