Brasil

CPI da Covid vai propor pensão para órfãos e proibição de remédios ineficazes

Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado

A CPI da Covid no Senado deve apresentar uma série de propostas para aperfeiçoar a legislação ao final de seus trabalhos. Entre as sugestões da comissão está a criação de uma pensão de R$ 1 mil para órfãos de vítimas do coronavírus. As informações são do jornal O Globo.

Outra proposta que deve ser apresentada pelos senadores é a proibição de que operadoras de plano de saúde prescrevam medicamentos considerados ineficazes.

Um terceiro projeto seria de responsabilidade sanitária, que obrigaria os serviços privados de saúde a prestarem atendimento ao SUS (Sistema Único de Saúde) em situações de emergência, com a previsão do ressarcimento posterior.

Ainda de acordo com O Globo, os projetos foram elaborados pelo gabinete do senador Rogério Carvalho (PT-SE), a pedido do relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL), responsável por redigir o relatório final, que deve ser apresentado na próxima terça-feira (19), e ser votado no dia seguinte.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais