Brasil

CPI da Covid planeja convocar direção da Pfizer para depor, diz Omar Aziz

Crédito: Reprodução/YouTube

Executivos da Pfizer devem ser os próximos convocados para depois na CPI da Covid, após os depoimentos do atual ministro da Saúde, dos ex-ministros da pasta e do diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), de acordo com o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da comissão.

O senador disse, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, que uma das prioridades da CPI instaurada no Senado é investigar a questão do acordo de compra de vacinas da Pfizer.

“Em relação a compra da vacina, um dos principais casos que queremos investigar imediatamente é a Pfizer. Por isso que os próximos convidados, convocados ou para testemunhas, com certeza serão os fabricantes, representantes da Pfizer, o CEO da Pfizer no Brasil”, disse Aziz.

A farmacêutica americana já havia oferecido três vezes ao governo federal a quantidade de 70 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19, o governo Bolsonaro tardou a negociar com a empresa. O primeiro lote de 1 milhão de doses chegou ao país há poucos dias.

A CPI da Covid deve ouvir nesta terça-feira (4) os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Na quarta-feira (5), deve ser o dia em que Eduardo Pazuello será ouvido pelo Senado e, na quinta-feira (6), é a vez do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do diretor-presidente da Anvisa, Antonio Berra Torres.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago