Geral

Covid-19 tira provas de Chile e Marrocos de calendário da Fórmula E


A Fórmula E alterou o calendário da temporada 2020/2021. Segundo comunicado da categoria de carros elétricos, divulgado nesta quinta-feira (22), as etapas de Marrakesh (Marrocos), em 22 de maio, e Santiago (Chile), entre 5 e 6 de junho, deixaram a competição devido ao estágio da pandemia do novo coronavírus (covid-19) nos locais. Já a rodada dupla prevista para 19 e 20 de junho migrou da Cidade do México para Puebla (México), porque o circuito da capital (Autódromo Hermanos Rodriguez) é utilizado como hospital de campanha.


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



A categoria também anunciou as seis corridas que encerrarão a temporada, divididas em três rodadas duplas. A primeira será em Nova Iorque (Estados Unidos), entre 10 e 11 de junho. Depois, a Fórmula E vai para Londres (Inglaterra), com provas nos dias 24 e 25 de julho.

A sétima edição do campeonato mundial dos carros elétricos chega ao fim em Berlim (Alemanha), entre 14 e 15 de agosto. No ano passado, o Aeroporto de Tempelhof, na capital alemã, recebeu as seis provas finais da competição, em formato de bolha sanitária, em nove dias.

A temporada atual terá 15 provas, superando o recorde anterior da história da categoria (13, na edição de 2018/2019). Quatro corridas foram disputadas até o momento, após rodadas duplas em Al-Diriyah (Arábia Saudita) e Roma (Itália). As próximas etapas serão em Valencia (Espanha), no circuito Ricardo Tormo, nestes sábado (24) e domingo (25). Em seguida, a Fórmula E vai para Mônaco, com disputa única em 8 de maio.

O britânico Sam Bird, da escuderia Jaguar, lidera a temporada com 43 pontos, seguido pelo neozelandês Mitch Evans, seu companheiro de equipe, com 39 pontos. O neerlandês Robin Frinjs (Virgin), com 34 pontos, é o terceiro. O brasileiro mais bem colocado é Sérgio Sette Câmara (Dragon Penske), em 13º, com 12 pontos. Lucas Di Grassi (Audi), campeão na edição 2016/2017, está em 18º, com seis pontos.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS