Geral

Covid-19: OMS aprova vacina Sinopharm no consórcio Covax Facility


A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou a entrada da vacina chinesa Sinopharm no consórcio Covax Facility. O grupo reúne governos e fabricantes para organizar a produção e distribuição de vacinas para os países que fazem parte da articulação.

Até então faziam parte do consórcio as vacinas da Pfizer/Biontech, AstraZeneca, Janssen e Moderna. A da Sinopharm é o primeiro imunizante chinês a ser aprovado e integrado às doses que serão distribuídas.

O Brasil é um dos países que integram o consórcio Covax Facility. O país investiu recursos e terá direito a receber 42,5 milhões de doses do grupo. Até o momento o Brasil recebeu cinco milhões de doses do consórcio.

Assim, além das vacinas já adquiridas pelo governo federal, a Sinopharm vira o sétimo tipo de imunizante que poderá ser aplicado no Brasil, além da Oxford/AstraZeneca, Coronavac, Pfizer, Janssen e Covishield (vacina da AstraZeneca fabricada na Índia), além da Moderna, também pelo Covax Facility.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago