Saúde da mulher

Covid-19: Médica explica por que grávidas devem esperar para tomar a vacina

Covid-19: Médica explica por que grávidas devem esperar para tomar a vacina

Segundo estudo do pesquisador Pierre Verger, que entrevistou 1.200 médicos entre outubro e novembro do ano passado, apenas 47% deles afirmam que com certeza serão vacinados contra a covid-19 - AFP

É normal que durante a gravidez as mulheres fiquem receosas sobre medicamentos, comidas, e até a imunização de algumas doenças que de fato deve ser evitada em alguns casos. Laura Penteado, obstetra, ginecologista e diretora clínica da Theia abordou o assunto, e explicou por que as gestantes devem esperar para tomar a vacina da Covid-19. 

Infarto mata oito vezes mais mulheres do que o câncer de mama

O detox que ajuda a voltar à rotina e gerenciar o peso pós-festas

“Apesar de as vacinas contra o novo coronavírus utilizarem fragmentos virais ou o vírus inativado, a indicação das próprias farmacêuticas tem sido de não vacinar gestantes. Isso porque não foram realizados estudos com esse grupo”, diz. 

Laura conta que o objetivo da vacinação é estimular nosso sistema imunológico a produzir anticorpos e, por isso, são utilizados fragmentos virais ou vírus inativados. “Também pode-se usar o microrganismo vivo atenuado. No caso das vacinas que utilizam vírus vivo atenuado, não há segurança de que esse vírus enfraquecido não vá prejudicar a mãe e/ou o bebê.”


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Mesmo assim, existem outras vacinas que as gestantes devem tomar, principalmente para já imunizarem o bebê que está por nascer. “No primeiro ano de vida, o bebê não apresenta um sistema imune completamente maduro e utiliza os anticorpos recebidos da mãe via placenta e/ou leite materno para combater infecções”, explica a médica. Por isso, a grávida deve seguir o calendário de vacinação abaixo:

-Hepatite B: deve tomar a mulher que não foi vacinada antes de engravidar ou que não tenha tomado as três doses. 

-Tríplice bacteriana (dTpa – Difteria, Tétano e Coqueluche): a vacina deve ser tomada a partir da 20ª semana de gestação e repetida a cada gravidez, para reforçar a imunidade principalmente contra coqueluche no leite materno.

-Gripe: protege contra os principais tipos de vírus influenza, que provocam a gripe. 

 

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel