Mundo

Covid-19 dispara na América Latina, com mais de 300.000 casos diários

Covid-19 dispara na América Latina, com mais de 300.000 casos diários

Profissional de saúde realiza teste de covid-19 em Mar del Plata, Argentina, em 11 de janeiro de 2022 - AFP


A região da América Latina e Caribe registrou mais de 300.000 casos diários de covid-19 entre os dias 7 e 13 de janeiro, um recorde desde o início da pandemia há dois anos, segundo um balanço realizado pela AFP com base em dados oficiais.

Nesta nova onda, a Argentina acumula quase metade dos novos casos. Nesta sexta-feira (14), o país somou 139.853 contágios e 96 mortes.

Com 45 milhões de habitantes, a Argentina acumula 6.932.972 casos e 117.901 mortes por covid-19.

Na América Latina, a média de novas infecções foi de 304.000 por dia esta semana, o que duplica o recorde alcançado na onda anterior, de 155.000 casos por dia entre 28 de maio e 3 de junho de 2021. O aumento foi de 126% com relação aos sete dias anteriores.

As mortes por covid-19 também estão crescendo na região, mas em um ritmo muito inferior ao das infecções.

Entre 7 e 13 de janeiro foi reportada uma média de 621 óbitos diários, o que representa um aumento de 44% com relação à semana anterior. O recorde de mortes na região ocorreu na semana de 6 a 12 de abril de 2021, com 5.548 falecimentos diários.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua