Brasil

Covas foi submetido a endoscopia que apontou ‘sangramento discreto residual’


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), segue internado sem previsão de alta no Hospital Sírio Libanês, região central da capital. De acordo com boletim médico, o quadro do prefeito é estável e ele segue recebendo todo o suporte clínico necessário.

Ontem (5), Covas fez novo exame que detectou um “discreto sangramento residual” no estômago. Segundo boletim médico, após o diagnóstico por exame de endoscopia, o prefeito foi submetido a tratamento com radioterapia local a fim de controlar a perda de sangue.

Covas está sendo acompanhado para o tratamento de um câncer que atinge os sistemas digestivos e ósseos do prefeito. O boletim é assinado pelos médicos Fernando Ganem e Ângelo Fernandez.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago