Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O técnico da seleção da Costa Rica, o colombiano Luis Fernando Suárez, manifestou nesta terça-feira logo após a classificação para a Copa do Catar-2022 que sua equipe precisa “melhorar” muito para ser protagonista no Mundial, onde enfrentará Japão, Alemanha e Espanha na primeira fase.

“Todos os jogos serão muito difíceis e complicados, e o mais importante, se quisermos ser protagonistas na Copa do Mundo, e no grupo em que caímos, primeiro temos que melhorar muito, demais”, disse Suárez em uma coletiva de imprensa em Al Rayyan.

“Queremos ser protagonistas e competitivos, mas hoje temos que melhorar muito para poder sê-lo”, acrescentou.

A Costa Rica conquistou a última vaga para o mundial do Catar-2022 nesta terça-feira ao derrotar a Nova Zelândia por 1 a 0 na partida da repescagem entre Concacaf e a Confederação da Oceania.

Segundo Suárez, sua equipe conseguiu classificar “agarrada” a uma ideia defensiva que “fizeram bem”, mas com deficiências na hora de marcar gols.

“Ainda falta alguma coisa e, nesse sentido, espero que estes seis meses sirvam para isso, para que nossa proposta do meio-campo para frente seja muito melhor”, disse Suárez.

“Os triunfos devem ser comemorados por 24 horas. Amanhã começarei a ver o que precisa ser feito”, acrescentou.

Os ‘Ticos’ alcançaram a repescagem após uma reação espetacular no octogonal da Concacaf, onde fizeram uma campanha ruim no início da eliminatória, o que gerou duras críticas à seleção ‘Tricolor’.

“O mais importante de tudo isso é que a equipe nunca desistiu” e “todos nós aguentamos todo aquele pau que nos meteram”, disse o técnico colombiano, que destacou “a união do grupo” como uma das chaves para a classificação.

“Acho que na minha vida eu não havia comandado um grupo tão humano quanto este”, disse ele.

A Costa Rica disputará sua sexta Copa do Mundo no Catar, a terceira consecutiva. Para Suárez será o terceiro depois de dirigir a seleção do Equador na Copa da Alemanha-2006 e a de Honduras no mundial do Brasil, em 2014.

jjr/cl/aam