Economia

Costa Rica negocia acordo com o FMI por US$ 1,75 bi

Costa Rica negocia acordo com o FMI por US$ 1,75 bi

Protesto em São José contra a proposta do governo de um aumento dos impostos no contexto da crise pela covid-19 - AFP

A Costa Rica está negociando um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) por 1,75 bilhão de dólares, que se junta aos fundos de emergência por 504 milhões já aprovados para responder à pandemia, disse o porta-voz do órgão multilateral, Gerry Rice, nesta quinta-feira (24).

“A equipe técnica do FMI e as autoridades da Costa Rica estão nas etapas iniciais das discussões sobre este Serviço Ampliado ao Fundo (SAF)”, afirmou Gerry Rice.

“Seria da ordem de 1,75 bilhão de dólares para ajudar as autoridades a ampliar os planos econômicos para restaurar um crescimento até mesmo sustentável enquanto protege os mais vulneráveis”, destacou.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

O pequeno país da América Central depende fortemente do turismo, paralisado pela pandemia que deixou mais de 66.000 casos com cerca de 760 mortes, segundo os dados da Organização Pan-americana de Saúde (Opas).

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar