Edição nº2539 17/08 Ver edições anteriores

Corruptv

Todas as quartas-feiras, o programa vai ao ar em todo o Brasil.

O apresentador é o jornalista Luiz Sobral.

Antes da televisão, Sobral se notabilizou por seu blog, financiado pelo BNDES.

– Boa noite, amigos! Começa agora o “Conheça seu Corrupto”. O programa semanal de entrevistas e debates que conta tudo o que está acontecendo nos bastidores — dos bastidores — da política. Aqui você comnhece de perto os nossos mais consegrados corruptos.

Como sempre, você pode fazer perguntas pelo Twitter.

E fique tranquilo porque seu nome não será divulgado — pisca para a câmera.

Nossos convidados de hoje são o senador Assédio Neto, o jurista Tarso de Souza e o doleiro Ricardo Goldberg.

A presença do senador naquela noite é especial, pois o programa coincide com a sessão do STF em que estão votando um pedido do Ministério Público contra ele.

Sobral abre o debate:

– Senador, preocupado com o resultado do STF?

O senador se ajeita na poltrona e cruza a perna para transmitir tranquilidade.

– Sobral — muito obrigado pelo convite — claro que não, querido! Quando recebi os oito milhões, cuidei de encobrir muito bem qualquer prova. Guardei tudo na casa do vizinho do cunhado do meu primo.

Sobral olha para a câmera, fascinado com a genialidade do senador.

– É o que eu sempre digo: quem não deve não teme, Sobral. E, com aquela dinheirama toda, eu não devo para ninguém, não é verdade?

Todos riem, divertidos com o savoir-faire do senador.

– Sobral, me permite um aparte? — pede o jurista Souza — Existe uma outra coisa que deve ser levada em consideração nesse caso. A Lei no Brasil é muito rígida no que se refere à corrupção. Hoje, o STF está julgando se deve analisar a análise dos Embargos Adstringentes Iniciais do Tribunal de Primeiras Solicitações do pedido de análise do habeas corpus, entende? Até atingir o senador, vão uns 20 anos. E, se ele se reeleger, aí é coisa pra mais de 30 graças ao foro privilegiado! No Brasil, temos muitas instâncias que impedem que um corrupto seja confundido com um cidadão honesto por engano, percebe?

O jornalista volta-se para o doleiro.

– E você, Ricardo, que foi condenado. Conte aqui para nós como foi sua experiência no presídio de Trancoso.
– Ah, Sobral… não gosto nem de me lembrar. As prisões no Brasil são desumanas, viu? Para você ter uma ideia, minha cela era tão apertada que a TV tinha que ser essas de 50 polegadas.

– Que absurdo! — todos reagem.

– E não tinha nem History Channel! Eu me trancava na sauna praticamente o dia todo. Perdi mais de 3 kg nos oito dias em que fiquei preso.

– Olha aí, STF. Isso sim é um problema que precisa ser resolvido. Onde estamos? Na Turquia? — o senador cobra irritado.

O programa já se encaminhava para o final quando Sobral alerta:

– E olha aí. Acabo de receber aqui a informação que o STF chegou e acaba de negar o pedido de análise da análise do habeas corpus.

O doleiro faz high five com o senador.

Sobral, com o dedo no ponto eletrônico, continua:

– Opa! Mas olha aí… estão me dizendo aqui que o tribunal também pede que o senador devolva… o… o…

– O dinheiro? A fazenda? O jatinho? — o senador pergunta ansioso.

– Não! O celular que o ministro Girair, do STF, esqueceu na sua casa.

– Boa noite, amigos! Começa agora o “Conheça seu Corrupto”. O programa semanal de entrevistas e debates que conta tudo o que está acontecendo nos bastidores — dos bastidores — da política

 

Tópicos

Mentor Neto

Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.