Brasil

Corregedor cobra explicações de Bretas sobre comentário do caso Neymar no Twitter


O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, encaminhou na tarde desta sexta-feira, 7, ofício ao juiz federal Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio, solicitando informações sobre tuíte que ele postou sobre o caso Neymar. As informações foram divulgadas pela Corregedoria Nacional de Justiça.

Bretas, titular da 7.ª Vara Federal do Rio, não citou o nome da modelo que acusa Neymar de estupro. O juiz escreveu em sua página: “Nem sempre a vítima é a parte mais fraca da relação”.

Postou ainda. “Preocupante! Suspeitas de fraude ou abuso de direito pela parte ‘mais vulnerável’ devem ser apuradas com rigor, sob pena de deslegitimar as demais situações de efetiva vulnerabilidade.”

“A conduta do juiz federal pode caracterizar, em tese, conduta que viola os deveres impostos aos magistrados, conforme exposto no artigo 35 da Lei Orgânica da Magistratura (Loman), VIII e artigos 3.º e 4.º do Provimento 71/2018, da Corregedoria Nacional de Justiça”, destacou o ministro Humberto Martins.

Bretas tem cinco dias para prestar as informações à Corregedoria Nacional de Justiça.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago