Esportes

Correção: Solksjaer diz que há propostas para Sánchez sair do Manchester United

A nota enviada anteriormente continha um erro no título, na grafia do sobrenome de Alexis Sánchez. Segue a versão corrigida:

Um dos jogadores de maior destaque do elenco do Manchester United, o atacante chileno Alexis Sánchez parece estar de saída do clube. O treinador norueguês Ole Gunnar Solskjaer confirmou nesta sexta-feira em entrevista coletiva que há negociações em andamento para a transferência do jogador nesta janela de transações na Europa, que será fechada no próximo dia 2.

Sánchez, de 30 anos, trocou em janeiro passado o Arsenal pelo Manchester United, em uma negociação que envolveu também o meia armênio Henrikh Mkhitaryan. O chileno, no entanto, não conseguiu se adaptar em seu novo time. “Há conversas com algumas equipes. Jogou bem neste período conosco e também está treinando bem (desde a pré-temporada). Veremos o que acontece até setembro”, explicou Solksjaer.

Apesar de o mercado de transferências para a Inglaterra já ter terminado no último dia 9, os clubes podem seguir vendendo jogadores até 2 de setembro. Entre os times especulados para ser o destino de Sánchez estão alguns da Itália, como por exemplo a Inter de Milão e o Napoli.

Nesta temporada recém iniciada, o atleta da seleção chilena ainda não entrou em campo nas primeiras rodadas do Campeonato Inglês. No entanto, disputou um amistoso com portões fechados contra o Sheffield United na quinta-feira passada.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior