Economia

Correção: Santander e NBD fecham acordo para projetos de infraestrutura no Brasil

A matéria publicada anteriormente tinha uma incorreção no último parágrafo. O nome do diretor de Corporate Investment Banking do Santander Brasil é Rafael Noya, e não Márcio Rodrigues, como havia sido publicado. Segue abaixo o texto corrigido.

O Santander Brasil e o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), conhecido como banco dos Brics, assinaram nesta quarta-feira, 10, um acordo de cooperação estratégica, o primeiro com um banco privado no País. As áreas de atuação abrangidas pelo documento vão desde a concessão de linhas de crédito, com foco no financiamento a projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável, até a oferta de serviços bancários, como emissões de bônus, operações de câmbio e derivativos e transferências de valores.

A parceria ainda prevê ações de aproximação e troca de conhecimento estratégico entre as instituições, como o intercâmbio de profissionais e o diálogo frequente entre seus executivos.

“A cooperação entre o Santander Brasil e o NBD será um condutor importante para o crescimento do financiamento de infraestrutura e desenvolvimento sustentável no Brasil”, disse, em nota, o diretor-geral de Estratégia e Parcerias da NBD, Sergio Suchodolski. “Em particular, esperamos trabalhar com o Santander Brasil para estruturar e financiar projetos nas nossas áreas principais de operação, incluindo gerenciamento de recursos hídricos e saneamento, transporte e conectividade, energia limpa, desenvolvimento urbano sustentável e integração econômica”, continuou Suchodolski.

“Temos todo o interesse e as condições de evoluir em todas as possibilidades de negócios abertas pelo acordo com o NDB”, afirmou o diretor de Corporate Investment Banking do Santander Brasil, Rafael Noya.