Economia

Correção: Confiança do empresário do comércio sobe 0,5% em novembro, diz CNC

A nota enviada anteriormente continha uma incorreção. O nível do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) de novembro de 125,2 pontos estava errado. O valor correto é 122,5 pontos. Segue o texto corrigido.

A confiança dos comerciantes brasileiros atingiu em novembro o maior nível em sete meses, conforme pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela entidade, subiu 0,5% na comparação com outubro, atingindo 122,5 pontos, maior nível desde abril passado. Em relação a novembro de 2018, houve um crescimento de 11,6%.

Em nota, a CNC creditou o avanço na confiança dos comerciantes a “diversos sinais de recuperação gradual” da economia. “A crescente confiança do empresário do comércio vem confirmar um cenário de maior otimismo em relação ao aquecimento do consumo”, diz a nota.

O aumento da confiança em novembro foi marcado por melhoras tanto nas expectativas em relação ao futuro quanto nas avaliações sobre a situação corrente.

O Índice de Expectativas do Empresário do Comércio (Ieec), subíndice do Icec referente às expectativas, chegou a 162,6 pontos, alta de 0,1% ante o mês anterior e aumento de 7,0% na comparação com novembro de 2018.


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

Já o Índice de Condições Atuais do Empresário do Comércio (Icaec), outro componente do Icec, ficou em 97,5 pontos, aumento de 2,5% ante outubro e de 25,5% em relação a novembro de 2018. “Todos os itens que compõem este indicador registraram variações mensais maiores do que as observadas em outubro”, diz a nota da CNC.

Por sua vez, o Índice de Investimento do Empresário do Comércio (Iiec), subíndice que detecta as intenções de investimento, caiu 0,3% em novembro ante outubro, para 107,5 pontos. Mesmo com a queda, o subíndice está no maior nível desde novembro de 2014 (107,9 pontos).

Em relação a novembro de 2018, houve aumento de 7,9%, “refletindo uma percepção de ambiente melhor para os investimentos do que no mesmo período do ano passado”, diz a CNC.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Atriz e modelo sul-coreana Song Yoo-jung morre aos 26 anos
+ Pais matam as 2 filhas para provar que elas voltariam a vida
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra! + Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel