Economia

Correção: Câmara ainda analisa MP que abre o setor aéreo para capital estrangeiro

A nota enviada anteriormente contém incorreções. O que foi aprovado foi o parecer da comissão especial pela constitucionalidade da medida provisória das aéreas, mas não a MP em si. A MP ainda está sendo analisada pelo plenário da Câmara. Segue o texto corrigido:

O plenário da Câmara dos Deputados analisa agora a medida provisória que trata da abertura total do setor aéreo brasileiro para o capital estrangeiro, depois que foi aprovado o parecer da comissão especial pela constitucionalidade da MP. Se o texto for aprovado, os deputados podem promover mudanças no teor da proposta com destaques.

O primeiro destaque que deve ser analisado, apresentado pelo PSD, solicita seja considerado para votação o texto original da medida provisória que foi encaminhada pelo ex-presidente Michel Temer no fim do ano passado e não o parecer aprovado pela comissão especial que analisou a proposta inicialmente.

O relator da MP no Congresso, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), incluiu a possibilidade das bagagens voltarem a ser despachadas gratuitamente tanto em voos nacionais quanto internacionais e a exigência de que as companhias com capital estrangeiro operem rotas regionais. O prazo de adaptação para esta questão deverá ser de 2 anos.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Larissa Manoela de biquíni na praia faz sucesso no Instagram

+ Luana Piovani posta clique de topless durante férias na Espanha

+ ORKUT VOLTOU? Saiba sobre o novo site é um clone da rede social

+Peça de carne crua ‘viva’ faz sucesso na web

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?