Economia

Correção: Aneel reduz tarifas de energia da Enel Distribuição Goiás

A matéria enviada anteriormente continha uma incorreção. Onde se lê o “a tarifa residencial B1 da Enel Distribuição Goiás passou da 24ª para a 18ª mais elevada”, o correto é “a tarifa residencial B1 da Enel Distribuição Goiás passou da 24ª para a 18ª mais barata”. Segue o texto corrigido:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça, em reunião de diretoria, as novas tarifas da Enel Distribuição Goiás, com vigência de partir desta terça. O órgão regulador aprovou uma redução média de 3,90% nas tarifas da concessionária (porcentual a ser percebido pelos consumidores).

A redução para os clientes de baixa tensão (residências e estabelecimentos comerciais de pequeno porte) foi de 4,32%. Já para os consumidores de alta tensão (clientes industriais e comerciais de grande porte), a diminuição média das tarifas foi de 2,89%.

De acordo com a Aneel, o reajuste negativo reflete o repasse aos consumidores das menores despesas com a chamada Parcela A, que incluem os custos não-gerenciáveis da distribuidora. Entre os itens que permitiram a redução está o fim dos gastos com a conta ACR (empréstimo feito no passado pelas concessionárias para cobrir os custos com compra de energia) e a diminuição das despesas com o encargo setorial Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

Segundo a Aneel, com a redução anunciada, a tarifa residencial B1 da Enel Distribuição Goiás passou da 24ª para a 18ª mais barata entre as concessionárias brasileiras.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?