Economia

Coronavírus terá impacto ‘temporário’ na economia, diz presidente do Eurogrupo

Coronavírus terá impacto ‘temporário’ na economia, diz presidente do Eurogrupo

A Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde (e), o Ministro das Finanças e chefe do Eurogrupo, Mario Centeno, falam durante a reunião do Eurogrupo na sede da UE em Bruxelas - POOL/AFP

O presidente do Eurogrupo, órgão que reúne os 19 ministros das Finanças da zona euro, disse nesta segunda-feira (17) esperar um impacto “temporário” do novo coronavírus no crescimento europeu.

“Monitoramos a situação. Esperamos que seja um efeito temporário”, disse o português Mário Centeno, ao ser interrogado sobre o coronavírus em sua chegada a uma reunião de ministros das Finanças em Bruxelas.

Na quinta-feira, a Comissão Europeia afirmou que a COVID-19 representa um “novo risco” para a economia da Eurozona por seu impacto na China, mas não alterou sua previsão de crescimento para 2020 e 2021, a 1,2%.

O ministro italiano das Finanças, Roberto Gualtieri, defendeu previsões “prudentes”, até que se confirme se o impacto da epidemia na economia chinesa se limita “a alguns décimos do PIB”.

Desde dezembro, a epidemia do novo coronavírus deixou cerca de 1.770 mortos e contaminou 70.500 pessoas na China. Fora do gigante asiático, foram registrados cinco óbitos e em torno de 800 casos de contágio.