Mundo

Coronavírus: Senado da Itália impõe medidas a visitantes

ROMA, 26 FEV (ANSA) – Com mais de 300 casos de contágio e 12 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Itália, o Senado do país adotou medidas nesta quarta-feira (26) para todos os visitantes, jornalistas e funcionários do prédio. A partir de hoje, haverá um controle de temperatura corporal na entrada do Palácio Madama, sede do Senado, com o auxílio de um scanner. Também haverá uma assepsia das mãos com álcool em gel. As visitas culturais e escolares à sede do Senado italiano estão temporariamente suspensas. A epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) já matou 12 pessoas na Itália e contaminou pelo menos 374, de acordo um balanço divulgado pela Defesa Civil do país nesta quarta-feira (26).   

Segundo o chefe do órgão, Angelo Borrelli, a região mais atingida é a Lombardia, com 258, seguida por Vêneto (71), Emilia-Romagna (30), Piemonte (três), Sicília (três), Lazio (três), Ligúria (dois) e Toscana (dois). Marcas e a província autônoma de Bolzano somam um contágio cada. (ANSA)

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?