Esportes

Coronavírus: Prefeito de Bérgamo afirma que jogo do Atalanta “foi uma bomba biológica”

Crédito: Reprodução Instagram

O duelo entre Atalanta e Valencia válido pela Liga dos Campeões não sairá da memória dos torcedores italianos de Bérgamo, na Itália. No entanto, além da goleada, no último dia 19 de fevereiro, por 4 a 1 sobre a equipe espanhola, o jogo pode ficar ficar marcado por outro motivo: o coronavírus.

De acordo com o prefeito da cidade de Bérgamo, Giorgio Gori, a partida também serviu para o contágio do coronavírus, a afirmação foi feita nas redes sociais do político na última terça-feira (24). O jogo foi realizado em Milão, no estádio San Siro, uma das regiões italianas mais afetadas pela doença.

O prefeito citou que os 40 mil torcedores que foram para Milão podem ter contraído a doença sem saber, conforme divulgado pelo Globo Esporte.

“O jogo foi uma bomba biológica. Naquela época, não sabíamos o que estava acontecendo. O primeiro paciente na Itália surgiu em 23 de fevereiro. Se o vírus já estava em circulação, os 40 mil torcedores que foram ao San Siro foram infectados. Ninguém sabia que o vírus estava circulando entre nós – disse Giorgio, citado pelo “TuttoSport”.

Além disso, a reunião entre torcedores na própria cidade de Bérgamo para assistir o jogo pode ter sido outro fator para o aumento de casos da doença. A cidade italiana se tornou um dos grandes focos do Covid-19 na Europa.

Como o vírus também afetou a Espanha, na última semana alguns jogadores e membros da comissão técnica do Valencia também testaram positivo para o coronavírus.