Geral

Coronavírus em MG: Ministério diz que paciente ‘não se enquadra na definição de caso suspeito’

Crédito: AFP

O Ministério da Saúde informou em nota na tarde desta quarta-feira (22) que o caso investigado pelas autoridades em Minas Gerais não se enquadra na definição de caso suspeito de coronavírus, de acordo com informações do G1.

Segundo a reportagem, até a tarde de hoje não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de “Pneumonia Indeterminada” relacionado ao evento na China.

“O caso noticiado pela SES/MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS), tendo em vista que o paciente esteve em Xangai, onde não há, até o momento, transmissão ativa do vírus. De acordo com a definição atual da OMS, só há transmissão ativa do vírus na província de Whuan”, informou o governo federal em nota.

A doença já teve casos registrados em diversas localidades da China, onde provocou 17 mortes, além dos Estados Unidos, Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul. Além de casos suspeitos no México, em Hong Kong, Filipinas e na Austrália.

O vírus foi detectado em dezembro em Wuhan, uma megalópole de 11 milhões de pessoas, em um mercado de peixes e frutos do mar, mas a sua origem exata ainda é desconhecida. A Organização Mundial da Saúde (OMS) pode decretar “emergência de saúde pública de interesse internacional” nesta quarta-feira (22). Até o momento, essa denominação foi utilizada apenas em casos raros.