Coronavírus aumenta venda de máscaras no Japão

Crédito: ANTHONY WALLACE/

Na China, a população alarmada tenta se proteger do coronavírus (Crédito: ANTHONY WALLACE/)

Com medo de que o novo tipo de coronavírus se espalhe pelo Japão, os japoneses estão comprando máscaras cirúrgicas. As vendas aumentaram por conta da doença já ter matado 26 pessoas e infectado mais de 800 pacientes na China. O crescimento mostra a preocupação da população com a possível transmissão da doença, conforme matéria do portal G1.

Vale lembrar que não há vacina para o novo tipo de vírus. Com isso tanto chineses como japoneses adotaram o uso de máscaras para cobrir a boca e o nariz, além e outras recomendações médicas como o gargarejo e a desinfecção das mãos. Os sintomas do coronavírus são febre, tosse e dificuldade de respirar, além da pneumonia.

A preocupação de um possível surto fez com que um comerciante japonês colocasse um cartaz na frente do seu estabelecimento para proibir a entrada de chineses: “Proibida a entrada de chineses. Não quero que espalhem o vírus”, de acordo com a reportagem do G1. A atitude foi alvo de críticas da comunidade chinesa depois do caso ir parar nas redes sociais. O proprietário tentou se explicar, mas o incidente foi visto pelos críticos como xenofóbico.

O Japão teve seu primeiro caso constatado, um homem de aproximadamente 30 anos que tinha viajado para Wuhan, na China. A cidade é considerada o epicentro do coronavírus. As autoridades japonesas têm buscado informações sobre a doença. Ao mesmo tempo, pedem ao povo japonês para que evitem viagens sem necessidade à cidade chinesa.

Turismo

Após os casos como o do comerciante citado acima, a chegada do Ano Novo Lunar chinês também gera preocupação. De acordo com o Instituto de Pesquisa de Turismo da China (COTRI), nesta época do ano, o Japão é um dos principais destinos dos chineses.

O quantia injetada por esses turistas na economia japonesa é considerável. Em 2018, foram cerca de 8,4 milhões de chineses ao Japão, os quais consumiram aproximadamente US$ 13 bilhões.

O governo japonês tem tomado uma série de medidas para conter a propagação da doença no país. Alguns voos internacionais foram cancelados, além de ações preventivas para japoneses que estão na China.

 


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.