Comportamento

Coronavirus afeta gravemente direitos das crianças no mundo, adverte ONG

Coronavirus afeta gravemente direitos das crianças no mundo, adverte ONG

Crianças usam máscaras de proteção no primeiro dia de retorno às aulas pós-lockdown, no distrito de Attecoube, em Abidjan, Costa do Marfim - AFP

Os direitos das crianças são “gravemente afetados” pela crise da Covid-19 em quase todo o mundo, uma vez que a mesma aumenta as chances de trabalho e casamento infantis forçados, alertou nesta terça-feira uma ONG internacional com sede em Amsterdã.

As consequências econômicas da pandemia e as medidas impostas pelos governos para conter a propagação da doença “têm um impacto desastroso sobre muitas crianças”, advertiu a ONG de defesa dos direitos infantis KidsRights.

“Esta crise joga por terra anos de progresso no bem-estar das crianças”, assinala em comunicado o fundador e presidente da ONG, Marc Dulleart. O fechamento de escolas tornou os jovens “muito vulneráveis” ao trabalho e casamento infantil, destaca a organização.

A pressão sobre o sistema de saúde também interrompeu alguns programas de imunização contra doenças como poliomielite e sarampo, e “provocará um aumento da mortalidade infantil, com centenas de milhares de mortes adicionais”, afirma a KidsRights.

Segundo a ONG, a suspensão das campanhas de vacinação contra o sarampo em 23 países já afetou mais de 78 milhões de crianças menores de 9 anos.

Dispensar uma atenção especial aos direitos das crianças é, “consequentemente, mais necessário do que nunca”, assinala Dulleart, por ocasião da publicação do KidsRights Index 2020, que classifica 182 países segundo o respeito a estes direitos.

A Islândia ocupa o primeiro lugar na listagem anual, sobre a base de dados da ONU, seguida da Suíça e Finlândia. Chade, Afeganistão e Serra Leoa ocupam as últimas posições.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior