O Corinthians vai experimentar nesta quarta-feira uma amostra do inevitável futuro sem Carlos Miguel, prestes a se transferir para o Nottingham Forest, da Inglaterra. Suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, o goleiro não estará em campo no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, onde o time comandado por António Oliveira enfrenta o Internacional pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Caberá a Matheus Donelli, jovem de 22 anos e formado na base corintiana, a responsabilidade de defender a meta alvinegra. Ele tem apenas dez jogos como profissional e não joga pelo clube desde julho de 2022, quando foi titular na derrota por 3 a 1 para o Ceará, pelo Brasileirão.

Como o ídolo Cássio trocou o Corinthians pelo Cruzeiro, no final de maio, e Carlos Miguel está de saída – graças a uma cláusula que diminuiu drasticamente sua multa no último ano de contrato -, Donelli escalou na hierarquia. Até por isso, na segunda-feira, teve seu vínculo com o clube ampliado até julho de 2028. Mesmo assim, a diretoria está no mercado em busca de um reforço para a posição.

Ser goleiro do Corinthians neste momento é uma missão ingrata, já que o time está brigando contra o rebaixamento, na 16ª posição, com sete pontos. A única vitória conquistada na competição nacional até agora foi o 3 a 0 sobre o Fluminense, também afundado por atuações ruins, em abril.

Para se recuperar e se afastar da zona da degola, o time paulista terá o retorno de Rodrigo Garro, que teve de cumprir suspensão no empate por 2 a 2 no clássico com o São Paulo e está novamente à disposição. Com isso, Gustavo Mosquito, autor do segundo gol no Majestoso, deve voltar para o banco. Já Breno Bidon entra na vaga que foi de Gabriel Moscardo no final de semana e Gustavo Henrique substitui Caetano, suspenso por expulsão.

O jogo será disputado no Orlando Scarpelli porque o Beira-Rio continua em fase de recuperação após os estragos feitos pelas chuvas que devastaram o Rio Grande do Sul. Em razão do mesmo motivo, o Inter não disputou as rodadas 5 e 6 do Brasileirão, por isso tem duas partidas a menos. Mesmo assim, está à frente do Corinthians, em décimo lugar, com 11 pontos.

Desde que retomou as atividades, o time gaúcho vem oscilando. No Campeonato Brasileiro, não vence há dois jogos, já que empatou sem gols com o São Paulo e perdeu por 2 a 1 para o Vitória. O técnico Eduardo Coudet tem lidado com desfalques importantes. O goleiro uruguaio Rochet e a dupla de ataque formada pelo colombiano Borré e o equatoriano Valencia são baixas porque vão representar suas nações na Copa América.

O mais novo desfalque colorado é o zagueiro Vitão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A lista de atletas indisponíveis tem, ainda, os meias Maurício, que está se recuperando de lesão no joelho e perto de se transferir para o Palmeiras, e Alan Patrick, em recuperação de um estiramento muscular na coxa esquerda.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X CORINTHIANS

INTERNACIONAL – Fabrício; Hugo Mallo, Igor Gomes, Fernando (Mercado) e Robert Renan; Thiago Maia, Matheus Dias, Aránguiz e Wanderson; Hyoran e Alario. Técnico: Eduardo Coudet.

CORINTHIANS – Matheus Donelli; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Cacá e Hugo; Raniele, Breno Bidon e Rodrigo Garro; Igor Coronado, Wesley e Yuri Alberto. Técnico: António Oliveira.

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

HORÁRIO – 21h30.

LOCAL – Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).