Esportes

Corinthians oficializa Jô e confirma acordo com atacante até dezembro de 2019

O Corinthians oficializou, no final da manhã desta quarta-feira, a contratação do atacante Jô como reforço para a próxima temporada. O clube confirmou que o jogador assinou contrato para defender o time entre o início de 2017 e dezembro de 2019.

A contratação já estava fechada desde o mês passado e agora o atleta de 29 anos de idade se prepara para iniciar uma nova passagem pelo clube, que o formou como jogador. Precoce, ele fez história logo no início de sua carreira profissional ao se tornar o mais jovem a vestir a camisa corintiana como profissional, em 2003, então com 16 anos, três meses e 26 dias de idade, quando enfrentou o Guarani, no Pacaembu.

Já no dia 24 de agosto daquele mesmo ano, Jô iria se tornar o mais jovem jogador a marcar um gol pelo Corinthians, quando fez o terceiro da vitória por 3 a 1 sobre o Internacional, no mesmo Pacaembu, então com 16 anos, quatro meses e quatro dias.

Ao oficializar a contratação e o tempo de contrato de Jô, o Corinthians também confirmou que o jogador será oficialmente apresentado como reforço após o treino da manhã desta quinta-feira, marcado para começar às 9h30 no CT Joaquim Grava.

Ao total, Jô disputou 115 jogos e marcou 18 gols com a camisa corintiana, com a qual foi campeão paulista em 2003 e brasileiro em 2005, ano em que foi contratado pelo CSKA Moscou. Depois disso ele passou por Manchester City, Everton, Galatasaray, Internacional, Atlético Mineiro, Al-Shabab (Emirados Árabes) e Jiangsu Suning (China), seu último clube.

No Atlético, ele ajudou o clube a conquistar o inédito título da Copa Libertadores e foi o artilheiro da competição, em 2013, ano em que também foi campeão mineiro, torneio que voltaria a ganhar em 2015. Para completar, faturou a Copa do Brasil em 2014. O seu bom momento o levou à seleção brasileira, pela qual foi vencedor da Copa das Confederações em 2013, assim como fez parte da equipe nacional na Copa de 2014.

Jô está sem jogar desde julho e vinha usando o CT do Atlético-MG para manter a forma. O atacante só poderá jogar pelo Corinthians a partir de 2017 porque as inscrições para o Campeonato Brasileiro, que vive sua reta final, já se encerraram.