Esportes

Corinthians busca atuação convincente contra América-MG pelo Brasileiro

O Corinthians deixou uma má impressão no seu torcedor no empate por 1 a 1 com os reservas do Always Ready, na Neo Química Arena, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores e o meia Renato Augusto disse entender as vaias após o apito final. Sorteado para enfrentar novamente o Boca Juniors, agora pelas oitavas da competição sul-americana, a equipe do técnico Vítor Pereira volta seu foco para o Brasileirão na partida contra o América-MG, neste domingo, às 18h, em Itaquera.

O treinador português confirmou a queda de rendimento do time com as mudanças táticas testadas nas últimas partidas e explicou a decisão em deixar de usar o esquema com três zagueiros.


“Admito que começamos bem com o 4-3-3, no pouco tempo para definir o sistema que pretendíamos. Mas logo estávamos com problemas, a pressão forte muitas vezes estava sendo ultrapassada com facilidade. O time não estava sendo efetivo e pensamos: bom, vamos ter de achar um alternativo para darmos resposta no jogo”, explicou o treinador português.

“Chego à conclusão que a alternância nos fez cair na qualidade do jogo. Só poderia saber após experimentar. O time não tem jogado no nível que gostaria, o resultado às vezes são melhores que as exibições, mas precisava dar resposta a esse problema”.

O goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner e o centroavante Jô são dúvidas para entrar em campo neste domingo. Enquanto promove o rodízio de atletas, com o time na disputa de três competições, Vítor Pereira terá a semana livre a partir de segunda-feira para descansar os jogadores e usar os dias para treinamentos, algo que já lamentou ter poucas oportunidades no calendário do futebol brasileiro.

O Corinthians reencontrará neste domingo o técnico Vagner Mancini, que hoje comanda o América-MG. Em sua primeira participação na história da Copa Libertadores, o time mineiro decepcionou e foi lanterna do Grupo D sem nenhuma vitória. A equipe, que jogou na quinta-feira na altitude do Equador, tem sofrido com muitas lesões, e vários jogadores estão entregues ao departamento médico.