Esportes

Corinthians anuncia a contração de Luan por 4 anos: ‘Realização de um sonho’

A matéria enviada anteriormente continha um erro no segundo parágrafo. Luan assinou contrato por quatro anos – e não por cinco – com o Corinthians. Segue a versão corrigida:

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Depois de vários dias de negociação, Corinthians e Grêmio, enfim, chegaram a um acordo e o atacante Luan foi anunciado como reforço pelo clube paulista na tarde deste sábado.

Luan deixa o time gaúcho após seis temporadas e vai assinar um contrato de quatro anos com o Corinthians. Ele é o primeiro reforço da equipe alvinegra para a próxima temporada. O clube também negocia com Michael, do Goiás, revelação do Campeonato Brasileiro.

Em comunicado divulgado em seu site, o Grêmio revelou que negociou Luan por 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões), sendo que o Corinthians vai pagar esse valor por 50% dos direitos econômicos do atleta. O clube gaúcho informou que as pendências pela aquisição do lateral-esquerdo Juninho Capixaba também entraram no acordo.

Na nota em que confirma a venda, o Grêmio dá a entender de que fez um bom negócio, uma vez que Luan já havia manifestado a vontade de deixar o clube e o jogador poderia sair de graça ao final da próxima temporada, já que seu contrato terminaria em dezembro de 2020.

“Luan, obrigado por todos os gols, assistências, títulos e suor que dedicaste ao tricolor enquanto vestiu o nosso manto. Desejamos força nos próximos desafios da tua carreira”, publicou o Grêmio em suas redes sociais.

Torcedores declarado do Corinthians, o novo reforço comemorou o acerto e mandou um recado para a torcida. “Estou muito feliz. É a realização de um sonho de criança poder vestir essa camisa. Espero corresponder a todo o carinho que tenho recebido já nas redes sociais, nas ruas e na própria Arena Corinthians. Chego com muita expectativa e vontade de dar alegria ao torcedor corintiano. Sou mais um louco do bando. Vai, Corinthians!”, celebrou.

Luan esteve na Arena Corinthians na última terça-feira para a partida beneficente promovida pelo ex-jogador Emerson Sheik. Os torcedores presentes gritaram o nome do jogador. Em entrevista concedida depois do jogo, o atacante disse que o fato de ter sido corintiano na infância não pesaria na decisão.

Contratado pelo Grêmio em 2014, Luan disputou 299 partidas e marcou 77 gols no time gaúcho. Suas duas melhores temporadas foram em 2016 e 2017. No primeiro ano, ele ajudou o Grêmio na conquista da Copa do Brasil e depois faturou a inédita medalha de ouro com a seleção nos Jogos Olímpicos do Rio. Na sequência, participou da conquista da Libertadores, sendo eleito o melhor jogador da competição continental.

Em 2018, depois do sucesso nas duas temporadas anteriores, o atacante chegou a ser especulado no futebol europeu. Entretanto, seu rendimento caiu devido a uma série de lesões e ele chegou a ficar na reserva do Grêmio. Na última temporada, Luan alternou altos e baixos no time gaúcho, terminando o ano com nove gols e dez assistências em 36 partidas.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea