Esportes

Coreia do Sul reabre estádios de futebol e beisebol ao público

A Coreia do Sul permitirá o retorno de um número limitado de torcedores aos estádios de futebol e de beisebol – informou uma autoridade local, nesta sexta-feira (24), em mais um ato dedicado à tentativa de um retorno à normalidade após a crise do coronavírus.


O país asiático foi um dos mais afetados no início da pandemia fora das fronteiras da China. No momento, porém, parece ter controlado a expansão da COVID-19 por meio de um intenso programa de “rastreamento, teste e tratamento”, sem ter recorrido a um confinamento extremo da população.

Algumas regras de distanciamento social foram suavizadas no início de maio e alguns esportes profissionais – incluindo futebol e beisebol – começaram a nova temporada a portas fechadas.

A partir deste domingo, os fãs poderão ocupar cerca de 10% da lotação dos estádios de beisebol, disse Yoon Tae-ho, do Departamento de Gestão de Desastres.

A mesma proporção será válida para jogos de futebol, a partir de 1º de agosto, acrescentou.

“Todos os ingressos já foram vendidos previamente on-line (…) e cada espectador deverá usar máscara”, completou Yoon.

O número de novos infectados no país nas últimas semanas varia de 25 a 60 casos, a maioria na área metropolitana de Seul. Com as 41 infecções anunciadas nesta sexta-feira, o número total na Coreia do Sul sobe para 13.979.

cdl/slb/th/iga/psr/tt